É dia de LIBRAS

    Desde 2011 estamos colaborando com a comunidade surda por dispor de nossos recursos para que haja um intercambio de conhecimento e comunicação entre ouvintes e surdos.
    Levamos muito a sério nosso trabalho de perpetuar o fim do preconceito cultural que possa existir entre nossa língua materna e o nosso segundo idioma OFICIAL que é a LIBRAS (língua Brasileira de sinais).
    Convivendo com surdos desde 1995, vemos a necessidade de mais acessibilidade em todos os ramos de atendimento ao público. Por isso elaboramos este curso básico para auxilia-los numa comunicação direta com surdos utilizando a língua Brasileira de sinais.

NOSSOS VALORES

Priorizamos o conhecimento acima de tudo, pois ele pode abrir portas inimagináveis, romper barreiras bem entrincheiradas, quebrar qualquer paradigma, superar e aumentar nossos valores.

NOSSA VISÃO

Temos a língua de sinais não como apenas um idioma, mas como uma língua que consegue tocar o coração daqueles que fazem uso dela. Emoções, sentimentos e verdades são transmitidas de forma visual. Por este motivo queremos transmitir este conhecimento para que outros possam ter o mesmo privilégio emocionante.

A LÍNGUA DE SINAIS

O alfabeto de Libras (Língua Brasileira de Sinais) teve sua origem ainda no Império. Em 1856, o conde francês Ernest Huet desembarcou no Rio de Janeiro com o alfabeto manual francês e alguns sinais. O material trazido pelo conde, que era surdo, foi adaptado e deu origem a Libras. Este sistema foi amplamente difundido e assimilado no Brasil.

APRESENTAÇÃO

    A Língua Brasileira de Sinais – Libras é uma das línguas faladas no Brasil e já obteve o reconhecimento oficial do governo brasileiro pela Lei 10.436/2002.
    Segundo o IBGE, mais de 9,7 milhões de pessoas no Brasil possuem algum nível de deficiência auditiva.
    Mesmo a LIBRAS sendo oficializada como um dos idiomas do país, deficientes auditivos ainda enfrentam barreiras de acessibilidade.
    A língua de sinais permite a inclusão e melhor interação entre pessoas surdas e entre surdos e ouvintes.
    Este curso, não exigindo conhecimento prévio desta língua, dará noções básicas necessárias para uma comunicação informal, introduzindo-as de maneira gradual e a partir de contextos.
    Por ser um curso básico os alunos que quiserem aprender mais profundamente a Libras, terão que continuar seus estudos nos níveis subsequentes (níveis intermediário e avançado), ainda em elaboração.
    Com base nessa necessidade, este curso(módulo básico) foi elaborado a fim de orienta-los e apresenta-los a um novo idioma e uma nova cultura.
Sejam bem vindos.